PAINEL ANÁLISES GEOGRÁFICAS E TERRITORIAIS

Apresentação

O painel de análises geográficas e territoriais disponibiliza análises de dados e informações para que possam ser acessadas de forma interativa e amigável por toda a sociedade, em forma de aplicativos, mapas interativos, mapas estáticos, imagens, textos, áudios e vídeos, servindo como uma ferramenta para apoio à tomada de decisão e de articulação entre gestores municipais e estaduais, principalmente nesse momento de combate a pandemia do novo Coronavírus.

As análises apresentam o registro de informações geográficas geradas a partir de técnicas de geoprocessamento, espacializadas em diferentes recortes territoriais e temáticos, apresentadas através de mapas que são um meio de comunicação visual e de fácil análise. Os aplicativos e mapas interativos possibilitam múltiplas consultas, cruzamentos e aplicação de filtros a depender das necessidades e objetivos.

Os produtos gerados poderão ser de autoria da SEI, de instituições parceiras e pesquisadores independentes, desde que aderentes aos objetivos da plataforma de estudos colaborativos SEIColab.

Sumário

1- População

2- Acompanhamento da COVID-19

3- Fluxo dos Serviços de Saúde

4- Infraestrutura

5- Geocombate COVID-19

Análises

1 – População

A SEI está disponibilizando um conjunto de mapas interativos de população, que apresentam análises comparativas dos temas população total, população com 60 anos ou mais e densidade demográfica, que poderão ser complementadas com outras temáticas. Os mapas interativos permitem a análise direta sobre os mapas sobrepostos, que podem ser arrastados um sobre o outro descortinando os dados da camada inferior em relação aos da camada superior (efeito swipe).

 
Mapas de População por Município (SEI)

População Total x Densidade Demográfica

Acesse aqui


População Total x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui


Densidade Demográfica x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui

Para acessar a coleção completa de mapas de população por município, para uso apenas em telas grandes, clique aqui




 
Mapas de População por Bairro (SEI)
 

População Total x Densidade Demográfica

Acesse aqui


População Total x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui


Densidade Demográfica x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui

Para acessar a coleção completa de mapas de população por bairro, para uso apenas em telas grandes, clique aqui




 
Mapas de População por Setor Censitário (SEI)
 

População Total x Densidade Demográfica

Acesse aqui


População Total x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui


Densidade Demográfica x População com 60 anos ou mais

Acesse aqui

Para acessar a coleção completa de mapas de população por setor censitário, para uso em telas grandes, clique aqui




2- Acompanhamento da COVID-19

2.1- Evolução Espaço-temporal

Aqui estão sendo disponibilizados aplicativos de mapa interativo que demonstram a evolução espaço-temporal dos casos e óbitos relacionado à COVID-19, no estado da Bahia e no município de Salvador, baseado nas informações publicadas pelas respectivas secretarias de saúde. Os mapas interativos permitem a análise direta do crescimento e espalhamento dos casos confirmados.  


Evolução por Município – Bahia

 


Evolução por Bairro – Salvador

2.2- IsolamentoSocial

Espaço dedicado às informações de isolamento social por município, disponibilizadas diariamente pela empresa In Loco.

Estão disponíveis duas aplicações:

Geoinformação x COVID-19 – Isolamento Social

Para uso em qualquer tipo de dispositivo (desktop e mobile).

Acesse aqui

Dashboard Isolamento Social

Especifica para computadores desktop, em formato de painel de indicadores (dashboard), para uso em telas grandes.

Não roda em dispositivos móveis.

Acesse aqui

3- Fluxo dos Serviços de Saúde

Nesta seção serão apresentadas as análises relativas ao tema saúde. O primeiro produto apresentado é a Pesquisa de Regiões de Influência das Cidades – IBGE 2018 elaborado pelo IBGE

REGIC 2018 – Saúde

O mapa interativo Pesquisa de Regiões de Influência das Cidades – Informações de deslocamentos para serviços de saúde, elaborado pela SEI a partir dos resultados preliminares do REGIC 2018, publicado pelo IBGE em abril/2020, permite observar os deslocamentos das populações em busca de serviços de saúde de baixa, média e alta complexidade, bem como os municípios que concentram a oferta e de onde se originam as demandas.

Para acessar o material completo da REGIC 2018 no site do IBGE clique aqui.

4- Infraestrutura

O mapa interativo Geoinformação x COVID-19 – Infraestrutura, apresenta um conjunto de geoinformações relacionadas à infraestrutura geral, de transporte e de saúde obtidas em diversas fontes de dados como forma de ampliar as possibilidades de análises para entender o problema causado pela pandemia da COVID-19 e de alguma forma facilitar o processo de tomada de decisão para seu enfrentamento.

Geoinformações disponíveis:

    Infraestrutura de Saúde:

  • Unidades de saúde de referência para a COVID-19 (SESAB)
  • Infraestrutura Geral:

  • Cemitérios (SEI, Conder, Open Street Map, Comando Conjunto – Defesa)
  • Instituto Médico Legal – IML (SSP/SIAP/NCGEO)
  • Infraestrutura de Transporte:

  • Rodovias federais, estaduais e municipais (SEINFRA)
  • Aeródromos e helipontos (ANAC).
  • Limites político-administrativos:

  • Estado da Bahia, Municípios da Bahia e Bairros de Salvador (SEI, IBGE e PMS)
  • Localidades:

  • Sedes Municipais (IBGE)
  • Localidades (Vilas, povoados e lugarejos – SEI e IBGE)
  • Regionalizações:

  • Territórios de Identidade, Núcleos Regionais de Saúde, Regiões de Saúde, Núcleos Territoriais de Educação, Regiões Econômicas, Regiões Administrativas, Eixos de Desenvolvimento, Mesorregiões Geográficas, Microrregiões Geográficas e Região Semiárida (SEPLAN, SESAB, SEC, SEI, e IBGE).


5- Geocombate COVID-19

O Geocombate COVID-19 é grupo formado por técnicos e pesquisadores que atuam em diferentes instituições, todos eles interessados em fornecer ou gerar dados, elaborar mapas e realizar análises espaciais relacionadas ao Covid-19. A proposta é apoiar os gestores, sociedade civil e pesquisadores contribuindo com estudos e investigações que estão sendo conduzidas por diferentes equipes. O grupo é coordenado por professores pesquisadores do Departamento de Engenharia de Transportes e Geodésia e do Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal da Bahia.

Aqui no painel estamos divulgando as Notas Técnicas publicadas pelo grupo, mas todo o material produzido pode ser acessado em:

Para associar à imagem acima e ao texto clique aqui.

Nota Técnica 01

Para associar à imagem acima clique aqui.

O objetivo desta Nota Técnica é apresentar análises espaciais preliminares que demonstram o potencial da técnica utilizada para compreender os riscos da pandemia de Covid-19 para as camadas mais vulneráveis da cidade de Salvador, tendo como base os fluxos de movimentação de pessoas na cidade.

O modelo aplicado, que tem como base metodológica a avaliação de risco de desastres urbanos, combina padrões de viagens, prevalência da COVID-19 e indicadores socioeconômicos para elaborar indicadores de risco de disseminação da doença em função da vulnerabilidade sócio econômicas dos bairros.

Os dados processados foram: prevalência de casos de Covid-19 por bairro, fluxos de pessoas entre os bairros, percentual de domicílios com mais de 2 indivíduos por cômodo, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal e Índice de Vulnerabilidade Social.

Os resultados mostram que as políticas de restrição da movimentação dos indivíduos pelo poder público alteram o padrão dos fluxos de indivíduos no tecido urbano, bem como o potencial padrão de dispersão da epidemia entre os grupos mais e menos vulneráveis.

A divulgação de dados oficiais e mais precisos tende a melhorar a acurácia dos métodos de investigação e, por conseguinte, a produção de conhecimento para auxiliar ações do poder público.

Nota Técnica 02

Para associar à imagem acima e ao texto clique aqui.

A Nota Técnica 02, com análises espaciais de abrangência estadual, tem como objetivo iniciar a discussão sobre a demanda e a oferta dos serviços de saúde para enfrentamento da COVID-19 na Bahia. Para tanto, são analisadas as relações entre os fluxos históricos de internação hospitalar (no período entre 01/07/2018 e 30/06/2019), o número de casos de COVID-19, as condições de vulnerabilidade social e os recursos materiais e humanos do sistema de saúde disponíveis nos Núcleos Regionais de Saúde (NRS) da Bahia. Mais detalhadamente, discute-se ainda a situação nos municípios do NRS Sul (pólo de Jequié, Itabuna e Ilhéus) , que combinam uma alta incidência da doença com uma menor disponibilidade de recursos de saúde em relação ao NRS Leste (que compreende a Região Metropolitana de Salvador).

Nota Técnica 03

Para associar à imagem acima e ao texto clique aqui.

A Nota Técnica 03, com análises espaciais de abrangência municipal, tem como objetivo avaliar as condições de vulnerabilidade à COVID-19 e isolamento social na cidade de Salvador-BA. A Nota Técnica indica de forma precisa e com embasamento científico, localidades na cidade de Salvador com maiores vulnerabilidades ao enfrentamento da Covid-19, não significando dizer que são os locais com maiores ocorrências e incidências, mas sim que nesses lugares, a população possui condições menos favoráveis para o enfrentamento à doença, demandando assim maior atenção.

Nota Técnica 04

A Nota Técnica 04 apresenta alertas e propostas de ações para Península de Itapagipe, baseadas em análises espaciais de suporte ao combate à COVID-19. A Nota Técnica está dividida em quatro partes, tratando da caracterização da vulnerabilidade social e habitacional, das condições de saúde, da atenção primária à saúde e do isolamento social e aglomerações.

Link para associar a cada uma das partes abaixo:

Parte 1. Caracterização da Vulnerabilidade Social e Habitacional

Parte 2. Condições de Saúde

Parte 3. Atenção Primária à Saúde

Parte 4. Isolamento Social e Aglomerações

Nota Técnica 05

A Nota Técnica 05 analisa a interiorização do Covid19 na Bahia. O estudo foi realizado a partir de dados da rede hierárquica dos municípios, índice de isolamento social e vulnerabilidade dos municípios com enfoque no período junino e no aumento de ocorrências registradas entre 1 e 8 de julho de 2020.

Para associar à imagem acima e ao texto clique aqui.

 

Deixe uma resposta