Professora da UNEB fala sobre menor pobreza relativa em Mucuri

A professora Lúcia de Fátima (UNEB/Teixeira de Freitas) aborda, neste vídeo, aspectos relacionados à constatação de menor pobreza relativa em Mucuri, como um dos sete municípios baianos em tal condição. Ela ressalta a questão da rede de cidades, dentro da qual o maior porte urbano de Teixeira de Freitas (centro regional de comércio e serviços) contribuiu para que Mucuri se desenvolvesse industrialmente sem sofrer os reflexos sociais mais negativos que esse processo envolve. Confira abaixo:

Ranúsio Cunha fala sobre a experiência do SICOOB

A equipe SEIColab conversou com Ranúsio Cunha, Diretor de Relacionamento do Sicoob Coopere. Ele abordou o surgimento do Sicoob Coopere em Valente, seus reflexos na região, como tal experiência cooperativista se mostra exitosa, como se estruturam os princípios e características do sistema financeiro Sicoob (o maior cooperativo do país), suas percepções/projeções sobre as diferentes regiões baianas nas quais está presente, suas relações com os cooperados, dentre outros aspectos. Acesse a entrevista:

“O sertão tem tudo que se precisa. Se faltar, a gente inventa”. Entrevista com Ismael Ferreira, ex-diretor da APAEB.

O empreendedor social e ex-diretor executivo da Associação dos Pequenos Agricultores do Município de Valente/APAEB fala sobre a trajetória da entidade e de como ela interferiu e ressignificou um conjunto de relações sócio-econômicas na Mancha Valente, promovendo melhorias nas vidas de muitos pequenos agricultores e suas famílias. Acesse a entrevista:

 

Prof. Dr. Agripino Coelho Neto é entrevistado pelo Projeto 7 Municípios

Analisando a formação do que chama de tecido associativista e das produções cooperativadas que colaboraram para a melhor distribuição de renda entre pequenos agricultores e suas famílias, o entrevistado aborda aspectos relevantes de suas pesquisas, desde a organização espacial do Território do Sisal até a questão do desenvolvimento na Mancha Valente. Acesse aqui:

Entrevista com Edinusia Santos, professora da UEFS e pesquisadora da Mancha Valente

Para a professora e pesquisadora em questão, desde a década de 80, Valente sai na frente como exemplo e modelo de uma nova dinâmica de desenvolvimento regional, por meio do associativismo e do cooperativismo. Ela destaca a importância da APAEB em Valente e municípios do seu entorno, a partir da formação e constituição de uma rede de relações sociais que foram fortalecidas e reverberaram em outras associações e entidades. Acesse a entrevista:

De pequena agricultora a educadora: entrevista com a Prof.ª Maria Rita Alves

Nascida na zona rural e filha de pequenos agricultores, ela teve motivos para sucumbir diante das dificuldades características dos homens e mulheres do campo. A coragem e a politização, no entanto, impulsionaram o seu crescimento a partir dos trabalhos de base, de organização sindical e do desejo de uma vida digna, tornando-a, dentre outras funções assumidas em sua trajetória, professora e diretora geral da Fundação APAEB. Confira nossa entrevista com Maria Rita Alves:

 

Entrevista com Edinusia Santos, professora da UEFS e pesquisadora da Mancha Valente

Para a professora e pesquisadora em questão, desde a década de 80, Valente sai na frente como exemplo e modelo de uma nova dinâmica de desenvolvimento regional, por meio do associativismo e do cooperativismo. Ela destaca a importância da APAEB em Valente e municípios do seu entorno, a partir da formação e constituição de uma rede de relações sociais que foram fortalecidas e reverberaram em outras associações e entidades. Acesse a entrevista:

Prof. Dr. Agripino Coelho Neto é entrevistado pelo Projeto 7 Municípios

SEI COLAB TEM SUA NOVA VERSÃO LANÇADA

Analisando a formação do que chama de tecido associativista e das produções cooperativadas que colaboraram para a melhor distribuição de renda entre pequenos agricultores e suas famílias, o entrevistado aborda aspectos relevantes de suas pesquisas, desde a organização espacial do Território do Sisal até a questão do desenvolvimento na Mancha Valente. Acesse aqui:

Reativação da comunicação com os colaboradores

Prezados Colaboradores

Estivemos impossibilitados de divulgar o andamento do Projeto 7 Municípios nesta Plataforma, bem como no nosso Canal do YouTube e no Facebook, devido às exigências da legislação eleitoral. 

Informamos que estão em andamento os trabalhos da 2ª etapa do Projeto que analisa os municípios de Valente e Mucuri e sua respectivas regiões.

Em breve estaremos disponibilizando os textos e demais conteúdos que estão sendo desenvolvidos pela Equipe Técnica SEIColab.

Equipe SEIColab

Mais de 200 pessoas participaram do Seminário “Desenvolvimento, Cultura e Identidades do Alto Sertão da Bahia”

 

Aconteceu nos dias 13 e 14 de junho de 2018, na cidade de Caetité/BA, o Seminário “Desenvolvimento, Cultura e Identidades do Alto Sertão da Bahia”. O evento teve o objetivo de discutir o projeto 7 Municípios, realizado pela DIREST, buscando avaliar o trabalho e a sua continuidade.

   Auditório da UNEB em Caetité durante o Seminário

Organizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) juntamente com a Fundação Pedro Calmon (FPC), Universidade do Estado da Bahia (UNEB- Campus VI – Caetité – BA) e Fundação Anísio Teixeira reuniu mais de 200 pessoas, entre elas gestores, especialistas, professores, pesquisadores e representantes da comunidade local que discutiram o desenvolvimento socioeconômico e cultural da região do Alto Sertão baiano.

O evento iniciou-se com a Rodada de Conversa que aconteceu no dia 13, na Casa Anísio Teixeira, e tratou da dinâmica regional na perspectiva dos aspectos mais relevantes referentes ao comportamento social e os seus reflexos no processo de desenvolvimento. Nesta ocasião, participaram diversos representantes da comunidade local e de órgãos da administração pública, bem como especialistas no tema. Houve ainda uma apresentação de teatro e uma confraternização no final do encontro.

       Rodada de Conversa, realizado na Casa Anísio Teixeira

A mesa de abertura do Seminário ocorrida no dia 13, na Universidade do Estado da Bahia (UNEB- Campus VI – Caetité – BA), onde foi apresentado o Projeto 7 Municípios, contou como a presença de Edgard Porto (SEI), Marinalva Fernandes (UNEB-Caetité), Maria Eliane Andrade (UNEB-Caetité), Jairo Nascimento de Carvalho (Uneb-Caetité), Jaquele Teixeira (Vice-Prefeita de Caetité), Maria Auxiliadora Ledo (Casa Anísio Teixeira), Valdicley Vilas Boas (Fundação Pedro Calmon) e Fernanda Matos (Secretaria de Educação de Caetité).

Mesa de abertura do Seminário “Desenvolvimento, Cultura e Identidades do Alto Sertão da Bahia”

 

No dia 14, duas Mesas compostas pelo Prof. Valdemiro Conceição Junior (UESB), Prof. Paulo Duque (UNEB), Edgard Porto (SEI), Prof. Zezito Rodrigues (UNEB/Caetité), Prof. Marcos Profeta (UNEB) e Profª Fernanda Matos (Secretaria de Educação de Caetité) discutiram os processos de desenvolvimento socioeconômico da região e o papel da educação e da cultura na formação regional e na contemporaneidade.

Edgard Porto apresentando o Projeto 7 Municípios

Concomitantemente, a SEI presenteou a comunidade local com diversas publicações com temas correlatos, que foram recebidos com entusiasmo, principalmente pelos estudantes da Universidade.

O evento foi finalizado com uma mesa de colaboradores para a próxima fase do Projeto, que teve a presença de Zezito Rodrigues (UNEB), Nivaldo Dutra (UNEB-Caetité), Paulo Duque (UNEB), Valdemiro Conceição (UESB), Maria Virgínia Dazzani (UFBA), Maria de Fátima Novaes Pires (UFBA), Aline Virgílio (SEI), Maria Eliane Andrade (UNEB-Caetité), Fernanda Matos (Secretaria de Educação de Caetité), Maria Auxiliadora Ledo (Casa Anísio Teixeira), Valdicley Vilas Boas (Fundação Pedro Calmon), Marinalva Fernandes (UNEB-Caetité), Zélia Malheiro (UNEB/IEAT), e Maria Goreth Nery (UNEB-Caetité) e Teresinha Carvalho (UNEB).

Vale destacar, que o evento foi amplamente divulgado nas rádios locais e teve cobertura da área de comunicação da Prefeitura de Caetité.

Mesa de encerramento do Seminário “Desenvolvimento, Cultura e Identidades do Alto Sertão da Bahia

Ficou definido que no mês de julho será realizada em Salvador uma oficina para discutir a segunda etapa de continuidade do projeto 7 municípios, em data e detalhes a serem anunciados brevemente.